Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Um ano de grandes desafios



Sempre compromissados com o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, em 2019 milhares de crianças, jovens e adultos foram beneficiados pelas ações que a Fundação Romi executou através do Núcleo de Educação Integrada – NEI, do Centro de Documentação Histórica – CEDOC e da Estação Cultural. Destacamos dois momentos importantes que resultaram num impacto positivo à população de Santa Bárbara d’Oeste e região: ampliação das vagas do NEI, que passou a atender a educação básica completa, da Educação Infantil ao Ensino Médio, e a reforma do conjunto arquitetônico da Estação Cultural, antiga Estação Ferroviária de Santa Bárbara d’Oeste revitalizada em 2007, e a reorganização do seu Memorial da Ferrovia, dando um contexto museológico estruturado ao espaço.

Com a expansão do número de vagas e ciclo escolar, o Núcleo de Educação Integrada atendeu 686 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio, além de todo investimento na sua reestruturação física que exigiu um aporte de mais de R$5milhões. Uma escola pioneira na utilização de metodologias ativas de educação, fomentando o protagonismo e autonomia de seus alunos, possibilitando assim uma formação sólida nas suas competências técnicas e emocionais. Ao todo, o novo complexo do NEI passou a contar com área construída de 6.000m2 alocados em 50.000m2 de área verde, mais de 30 salas ambiente, laboratórios e ateliês, espaços de convivência e um ginásio poliesportivo e multicultural com capacidade 1.500 lugares.

O CEDOC – Centro de Documentação Histórica continuou com as ações extramuros, com destaque para o projeto “CEDOC vai à Escola”, beneficiando 1.595 alunos que puderam conhecer através de fotografias, jornais, livros e objetos a história e a utilização do “TELEFONE” na cidade de Santa Bárbara d'Oeste. Aderiram ao projeto 12 escolas, totalizando 42 atividades educativas alinhadas a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Tudo isso foi possível graças ao trabalho do processamento técnico realizado no acervo documental através da triagem, identificação, catalogação, digitalização, higienização, acondicionamento e guarda para a preservação desses documentos, disponível gratuitamente para pesquisa na internet.

A Estação Cultural somou forças através das atividades ofertadas no espaço multicultural que passou por sua primeira atualização geral após 12 anos da sua inauguração, com a manutenção e pintura de todo o complexo cultural e o reaparelhamento e modernização do Memorial da Ferrovia, permitindo que seus visitantes conheçam a história e importância daquele local para o desenvolvimento sócio econômico da cidade. A continuidade dos projetos culturais diversos, como a Capoeira Socioeducativa, o Ninho Musical, a Estação Artesanal, festivais de música e literatura, permitiram o fomento da economia criativa e o desenvolvimento da cultura local, tendo beneficiado a mais de 25 mil participantes.

Nas próximas páginas vocês poderão desfrutar das atividades que executamos durante o ano de 2019, continuando com propósito de unir nossas forças em ações e projetos, sempre visando à população de Santa Bárbara d’Oeste e região. Por acreditarmos que Educação e Cultura são ferramentas transformadoras. Neste Relatório de Sustentabilidade e Balanço Social é possível entender, através das informações e números, nossa contribuição para com a população e a história de Santa Bárbara d'Oeste. Este é o esforço contínuo na preservação do legado de nossos instituidores, Americo Emílio Romi e sua esposa Olímpia Gelli Romi, “não deixem perecer isto que deverá servir a todos”.

Vainer Penatti
Superintendente

Área de
downloads

Para iniciar o download clique sobre o assunto desejado.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por