Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Fundação Romi doa à Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d'Oeste o Bonde Elétrico da Estação Cultural.



A construção da Nova Biblioteca Pública de Santa Bárbara d’Oeste continua e nesta segunda-feira o espaço recebeu a construção de piso.

Ao longo de décadas o bonde elétrico compôs o cenário do Clube de Campo da Fundação Romi, um espaço dedicado ao esporte e ao lazer de boa parte da população barbarense. Ainda hoje, muitos adultos, pais e já avós, à época ainda muito jovens senão crianças, lembram-se do bonde que ocupava a área do clube e que figurou em muitas fotografias.

Em 2016 a Fundação Romi empenhou esforços para trazer o bonde para o espaço da Estação Cultural e revitalizá-lo em parceria com a Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d'Oeste. Uma nova empreitada foi iniciada: captar recursos, via patrocinadores da iniciativa privada, para sua revitalização. A inviabilidade de patrocínio naquele momento e a exposição às intempéries aceleraram o processo de deterioração do bonde. “Este cenário foi incomodando a Fundação Romi, que sempre teve o interesse em transformar o bem histórico-cultural, em um espaço acessível e de uso da população barbarense”, afirma Vainer Penatti, Superintendente da Fundação Romi.

Diante disso, a Fundação Romi e a Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d'Oeste, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, colocando em pauta meios para encontrar a melhor forma de viabilizar a revitalização do bonde, concluíram que seria oportuno, mais uma vez, mudá-lo de lugar; desta feita, iniciaram-se as tratativas, coordenadas pela superintendência da Fundação Romi e pelo Secretario de Cultura e Turismo do município, Evandro Felix, para a doação do bonde elétrico para o município – ato ocorrido em 28 de agosto de 2018, conforme Termo de Doação firmado entre os representantes legais de ambas as instituições, de um lado o Superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti, e do outro, o Prefeito Municipal de Santa Bárbara d'Oeste, Denis Andia.



De mecânica original escocesa, o bonde elétrico, conhecido como “bonde camarão”, o nome “camarão” decorre da cor originalmente vermelha e carroceria fechada, foi construído nos anos 1920. Confeccionado em cabreúva, madeira em extinção, e vidro martelado, nos anos 1950, sua carroceria foi modernizada, passando a ser fechada, quando em 1954 passou a circular pela cidade de Santos, no litoral paulista. Tendo capacidade para 28 passageiros, esse bonde podia alcançar até 50km por hora, exibia propagandas enquanto circulava pela cidade de litorânea até 1971, quando o sistema de bondes foi desativado dando lugar aos trólebus. “Quando a cidade de Santos começou a desativação dos bondes e eles aos poucos foram sendo leiloados, em um desses leilões o nosso bonde acabou sendo arrematado” conta Vainer Penatti.

“Embora Santa Bárbara d'Oeste não tenha relação histórica com o bonde, as cidades do entorno sim. Desde 1892, bondes elétricos já estavam sendo utilizados na cidade do Rio de Janeiro e na cidade de São Paulo desde 1900. Campinas inaugurou sua primeira linha em 1912, São Carlos inaugurou o sistema elétrico em 1914 e Piracicaba em 1916”, pontua a Coordenadora do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi, Sandra Edilene de Souza Barboza.

A formalização da doação do bonde elétrico da Fundação Romi à Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d'Oeste, segundo o poder público, permitirá que o bonde componha o cenário cultural da nova e moderna Biblioteca Pública, no largo no Terminal Urbano da Praça João XXIII, no centro da cidade. Serão mais de 500 metros quadrados de área construída, com espaços para leitura, estudo, conveniência, contação de histórias e estímulo ao hábito de ler. “Um prédio plenamente conectado ao cotidiano dos nossos tempos”, pontua Evandro Felix.

“Estamos convictos que a Prefeitura da Santa Bárbara dará ao bonde um grande destino e à população uma excelente oportunidade de acesso a esse bem cultural”, sinaliza o Superintendente da Fundação Romi. “Buscamos inspiração nos modelos das melhores bibliotecas públicas do mundo. Uma carinhosa celebração ao bicentenário de Santa Bárbara d’Oeste e um grande investimento na formação de uma nova geração de barbarenses”, comentou o prefeito Denis Andia. “A nova Biblioteca Pública será implantada ao lado do novo Terminal Urbano, fácil acesso para trabalhadores e estudantes de todas as idades.”, acrescentou o prefeito.

Receba nossas novidades

19 3499.1558

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por