Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Inspirada no clássico de Vivaldi, a Estação Cultural, espaço plural e multicultural da Fundação Romi, atuará em quatro áreas diferentes de trabalho.




A Estação Cultural, resultado da revitalização da antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d'Oeste pela Fundação Romi, é um lugar de encontros plurais e multiculturais, onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região.

Ao longo de seus 11 anos, a Estação Cultural tornou-se um ambiente de conhecimento e troca de experiências. A sua essência é forte na disposição para compartilhar práticas culturais, sobretudo, para contribuir com a sociedade. Conhece e promove esse amplo universo da Cultura, quer seja de entretenimento, de formação, de valorização, de propagação, de proteção ou de fomento. “A cultura da Estação é algo que une todos, devido ao incontável número de atividades ofertadas e pessoas atendidas. Só em 2018, 22.852 pessoas foram beneficiadas pelas ações da Estação Cultural”, retrata a Assistente Cultura, Thiane Mendieta.

Para 2019 não será diferente. O Plano de Ação desenvolvido, e que será executado, está voltado para ações sociais, economia criativa, geração de renda, musicais e sustentáveis. “Começaremos a realizar ações numa área que vem crescendo a cada dia: sustentabilidade. A proposta vai de encontro com a pauta global, com base na Agenda 2030 da ONU, que tem como tema ’Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para Desenvolvimento Sustentável’”, explica, Rosana Lopes, também Assistente Cultura da Estação.

A Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade, que busca fortalecer a paz universal. O plano indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas, para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta. São objetivos e metas claras, para que todos os países adotem de acordo com suas próprias prioridades e atuem no espírito de uma parceria global que orienta as escolhas necessárias para melhorar a vida das pessoas, agora e no futuro.

“A Fundação Romi trabalha para a construção de um mundo melhor. O Núcleo de Educação Integrada (NEI), por exemplo, adotou, para 2019, como tema gerador dos desafios, os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), acordados em 2015, pelos países membros das Nações Unidas (ONU), os quais visam estabelecer uma agenda global para equilibrar desenvolvimento econômico e proteção do planeta. A Estação Cultural também caminha para o desenvolvimento e conscientização dessa pauta com o trabalho que será executado”, conta o Superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti.

Para que tudo isso seja colocado em prática, foram criadas quatro áreas que serão exploradas pela Estação Cultural, ou “As Quatro Estações” como foram batizadas. Serão elas: Estação Criativa, Estação Musical, Estação Social e Estação Sustentável. “Promoveremos discussões que visem contribuir com o despertar da consciência coletiva sobre a importância da cultura na interação social e no desenvolvimento humano”, fala Rosana.

As Quatro Estações

Com o objetivo de oferecer à população de Santa Bárbara d’Oeste e região o acesso a atividades culturais que normalmente se encontram fora do alcance da maioria, seja pela falta de recursos financeiros ou de oportunidade, visando o desenvolvimento social e humano, a Estação Cultural, em 2019, trabalhará com as seguintes áreas:
  • ESTAÇÃO SOCIAL: Projetos socioeducativos, com foco na criança e adolescente, que visam à redução da vulnerabilidade social através de oficinas semanais.
  • ESTAÇÃO CRIATIVA: conjunto de ações e atividades integradas cujo objetivo é oferecer espaço e oportunidades para desenvolvimento de empreendedorismo no campo da cultura, proporcionando o crescimento dos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usem criatividade, cultura e capital intelectual como insumos primários. Realizar-se-ão cursos e oficinas de capacitação com foco na geração de renda, voltados aos artesãos e à comunidade em geral, além de edições mensais da ESTAÇÃO ARTESANAL, de março a dezembro, com objetivo de fomentar a economia criativa em Santa Bárbara d’Oeste e região.
  • ESTAÇÃO MUSICAL: projetos e atividades cuja finalidade principal é a democratização do acesso à música.
  • ESTAÇÃO SUSTENTÁVEL: conjunto de atividades e ações que tem por objetivo despertar a reflexão sobre importância da cultura da sustentabilidade, do consumo responsável e de mudanças de hábitos em casa e no trabalho. Haverá palestras e workshops, ações socioambientais e culturais, que proporcionem a troca de experiências, convívio social e celebração entre amigos e familiares. Também será realizada uma “Feira de troca de brinquedos”, com intuito de alertar pais e responsáveis sobre os perigos do consumo infantil desenfreado e apresentar novas possibilidades de aquisição que vão além do valor monetário e do bem material.

“Estamos abertos para conhecermos propostas e pessoas que atuem nessas áreas. Toda troca e somatória de conhecimento são positivas e contribuem para o desenvolvimento do trabalho, e consequentemente na formação social da comunidade local e regional. Começaremos no pensar global e agir local para que o resultado seja alcançado”, convida o Superintendente da Fundação Romi. “Vamos oportunizar acesso a atividades culturais alinhadas aos quatro pilares da Educação do Paradigma de Desenvolvimento Humano da UNESCO: aprender a Ser, aprender a Conviver, aprender a Fazer e aprender a Conhecer”, finaliza Vainer Penatti.

Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por