Sua colaboração vai nos ajudar a fazer o mundo melhor através do desenvolvimento social, cultural e educacional.

Arraste para escolher o valor

Clique e digite outro valor

R$

Publicado em 16/03/2020

Estação Cultural da Fundação Romi abre inscrições para oficina cultural “Biojoias”


Sempre inovando nas oficinas culturais que são ofertadas a cada ano, a Estação Cultural da Fundação Romi traz uma novidade para 2020. Dentre o leque de variedades, das propostas que acontecerão durante todo ano, que foram contempladas no EDITAL EC 0003/2020 CHAMADA PÚBLICA PARA OFICINEIROS E EDUCADORES CULTURAIS NA ESTAÇÃO CULTURAL EM 2020, está “Bijoias”, a ser realizada pelo artesão Alan Malves. A oficina acontecerá nos dias 03,17 e 24 de abril, às sextas-feiras, das 14 às 16 horas. Os interessados em participar devem realizar inscrição, na Administração da Estação Cultural, ter a partir de 16 anos, e se encaixar nos seguintes critérios: 1- Aluno novo em 2020 tem prioridade nas vagas; 2- Não ter participado em outra oficina cultural promovida pela Estação Cultural em 2020; 3- Aluno participante em outra oficina cultural promovida pela Estação Cultural no mesmo mês será inscrito na lista de espera e 4- Sorteio das vagas, caso a procura de alunos nas mesmas condições acima citadas seja maior do que as vagas oferecidas. As inscrições têm início em 17 de março. O atendimento é de terça a sexta, das 09 às 18 horas, sábado, das 08 às 17 horas, e domingo, das 08 às 12 horas. A oficina cultural é gratuita, e cada participante é responsável em levar seu material.

“Bijoias” ou “Ecojoias” são peças produzidas de forma exclusiva e artesanal. Mesclam uma variedade de materiais orgânicos como: sementes, frutos, lascas de madeira, fibras vegetais, capim, casca do coco, couro, ossos, penas escamas, madrepérola, conchas, entre outros. O oficineiro Alan Malves, responsável pela execução, conta que “ durante os encontros os participantes serão inseridos no contexto do que é biojóia, de como a criatividade pode ser aplicada na confecção das peças, além de serem introduzidos à técnica manual para desenvolvimento dos acessórios”.

Aprender a técnica manual para produção de biojóias valoriza o consumo sustentável através da transformação de elementos da natureza em acessórios, e propaga um conceito inovador em moda. A peça, por ser artesanal, se torna única, o que agrega valor ao trabalho produzido. “Durante os três encontros os participantes irão aprender a confeccionar três peças diferentes: um chaveiro, uma pulseira e um colar”, explica o oficineiro. “A partir disso, poderão realizar a produção que transforma folhas, flores, sementes e tantos outros elementos naturais em acessórios tão bonitos e exclusivos, além do conceito de sustentabilidade empregado em toda a cadeia produtiva, desde a colheita da matéria-prima até a criação da nova peça”, finaliza Malves.

A Estação Cultural da Fundação Romi segue seu trabalho promovendo a inclusão social, a diversidade cultural e o desenvolvimento humano, com base no conceito de “Economia Criativa”, que é possível estimular a produção cultural ao mesmo tempo em que se promove a geração de trabalho e renda. Desenvolve e fortalece os empreendimentos criativos já implantados, ao mesmo tempo em que se mantem aberto a novas ideias e necessidades da comunidade barbarense e da região.

Serviço- Oficina Cultural “Biojóias” acontecerá nos dias 03,17 e 24 de abril, às sextas-feiras, das 14 às 16 horas. Para participar é necessário realizar inscrição, na Administração da Estação Cultural, e ter a partir de 16 anos. As inscrições têm início em 17 de março. O atendimento é de terça a sexta, das 09 às 18 horas, sábado, das 08 às 17 horas, e domingo, das 08 às 12 horas. A oficina cultural é gratuita, e cada participante é responsável em levar seu material.


Receba nossas novidades

19 3499.1555

Av. João Ometo, 200, Jd. Panambi - Santa Bárbara d'Oeste, SP

Que tal uma visita?

© Fundação Romi - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por